BOTIJÃO DE GÁS TERÁ AUMENTO DE 6,7%

Petrobras anuncia que o GLP residencial passará a ter reajustes mensais, como a gasolina.
Compartilhe:
Petrobras anuncia que o GLP residencial passará a ter reajustes mensais, como a gasolina

A Petrobras anunciou na manhã desta quarta-feira um reajuste de 6,7% nos preços do GLP, o gás de botijão residencial. O diretor de Refino da Petrobras, Jorge Celestino, informou que o botijão residencial passará a ter revisões mensais, numa política semelhante à já adotada para a gasolina. Segundo o executivo, as variações de preços desse produto, para cima ou para baixo, vão ocorrer sempre a partir do dia 5 de cada mês.

O preço vai considerar a cotação de mercado do metano e do propano, insumos do GLP. O presidente da Petrobras, Pedro Parente, explicou que o botijão era o último combustível que ainda não tinha uma política de preços definida. Ele confirmou que a revisão periódica (pelo menos uma vez por mês) dos preços da gasolina e diesel será mantida.
Compartilhe:

Brasil

editorial