Agência bancária é fechada após denúncia de assédio moral

Compartilhe:
Sindicato recebeu denúncia de assédio moral (Foto: Trademark Comunicação)
Denúncias sobre possível assédio moral por parte do gerente de uma agência bancária em Mirante do Paranapanema (SP), fizeram com que a agência fosse fechada na manhã desta terça-feira (28) pelo Sindicato dos Bancários. Faixas foram colocados na agência e os funcionários foram barrados na entrada do expediente, liberados apenas após por duas horas. O gerente declarou que vai aguardar a manifestação da direção do banco.

De acordo com o sindicato, os funcionários relataram assédio moral constante por parte do gerente da agência do Banco do Brasil, que fica na rua João Augusto de Almeida, no Centro. “O gerente gritando com os funcionários, ele não fala, ele grita, achando que ele pode tudo e na verdade são pessoas que estão ai dentro estão trabalhando merece respeito, é desse jeito também com os clientes, esperamos que a matriz do banco tome uma providência, porque se não tomar certamente estaremos aqui fechando o banco.” afirma o presidente do Sindicato dos Bancários de Presidente Prudente e Região Edmilson Trevisan.

“Com certeza se chegou a esse ponto, a direção deve estar apurando, então é aguardar a manifestação da direção do banco. Isso não parte a mim apurar, parte a nossa direção apurar e cobrar posicionamento da direção, aí com certeza a gente vai da melhor forma possível atender os funcionários quanto a população.” declarou o gerente da agência Aécio Alves de Azevedo.

Os sindicalistas e a população realizaram um protesto pelo local durante o período da manhã, que seguiu pacífico.

O Mirante Notícias tentou contato com a assessoria do Banco do Brasil para se pronunciar sobre a manifestação, mas até o fechamento desta reportagem não havia um posicionamento oficial.

Fotos: Trademark Comunicação
Compartilhe:

editorial

mirante do paranapanema